Dicas e tendências na gestão de leads e vendas

marketing pessoal para aumentar as vendas

Como utilizar o marketing pessoal para aumentar vendas: 4 dicas

Uma boa estratégia de vendas começa com a imagem do seu vendedor. Por isso, é essencial saber como utilizar o marketing pessoal dos vendedores para impulsionar o crescimento da sua empresa.

Nem só de uma boa estratégia é feita uma boa venda. A grande verdade é que o seu time também é um ingrediente fundamental – se não o mais importante! – na receita para o sucesso. 

E por mais que todas as habilidades em vendas sejam o principal fator relevante, o marketing pessoal de cada um deles também pode ser um fator de atração para novos negócios.

As empresas que já se deram conta disso vêm conquistando resultados interessantes com base na conexão através das pessoas para aumentar a base de leads e oportunidades na empresa. E pode ser muito mais simples do que você imagina.

Com algumas iniciativas simples é possível transformar cada membro do seu time em uma pequena engrenagem propulsora da sua máquina de vendas. E neste post vamos mostrar como usar o marketing pessoal para estimular vendas na prática. Boa leitura!

 

1. Cuide da imagem pessoal

Este item poderia ser até dispensável, pois é algo que toda empresa leva em consideração no momento da contratação de um novo colaborador para o time. No entanto, quando a rotina toma conta muitas vezes ele cai no esquecimento. Então nunca é demais relembrar.

Do dress code ao comportamento, quando um colaborador assume a área de vendas de uma empresa ele precisa ter em mente que sua presença como pessoa é o primeiro cartão de visitas da empresa (e aqui entra sua corresponsabilidade no momento da contratação para buscar talentos que reflitam a cultura e valor de sua empresa).

Quando o assunto é o traje, tudo depende muito do seu segmento e nicho de atuação. Se você trabalha com vendas no agronegócio e visita fazendas, por exemplo, pode não fazer sentido algum trajar calça e sapato social. 

Mas se o seu foco são os escritórios, então cabe um look social. No fim das contas, o importante é: entenda qual é a imagem que a empresa deseja transmitir e busque adequar seu traje para esse perfil. 

 

Cuide da higiene

Depois disso, vem outro item que parece bobo, mas é fundamental: higiene. É importantíssimo estar bem asseado e ter alguns cuidados básicos. E lembre-se de dar atenção especial à higiene bucal. O sorriso também é uma arma estratégica do contato pessoal e ninguém gosta de conversar com quem tem aquele “bafinho” desagradável.

O modo como você se apresenta pode falar muito sobre o seu comprometimento e o de sua empresa. E se você não tomar cuidado pode determinar o sucesso ou fracasso de sua venda. Essa é uma importante dica de como utilizar o marketing pessoal para melhorar os resultados.

Caso você não atue com vendas pessoais e esteja mais focado no digital, existe maior flexibilidade, mas nem por isso você deve deixar as boas práticas de lado. Afinal, você nunca sabe quando um cliente pode querer visitar a empresa (sem contar que sua imagem como colaborador também é importante).

 

2. Pratique o HEP

Humildade, Empatia e Pontualidade. Essas três habilidades formam o que um de nossos parceiros chamam carinhosamente de HEP e podem ser a chave que você precisa para abrir muitas portas. 

E a sigla não é por acaso! Apesar da grafia simples, HEP pode ser lido com o mesmo som de “happy”, que em português quer dizer “alegria”. E por trás desse significado está a essência básica do que sua imagem deve transparecer como um bom vendedor que cria conexões e aproxima pessoas.

Portanto, adote-a no processo de como utilizar o marketing pessoal na área de vendas.

 

Humildade

A humildade deve ser praticada a todo momento. Humildade de saber ouvir, de reconhecer quando está errado ou mesmo de assumir que não tem uma resposta naquele momento. Ser o dono da verdade, o sabe tudo ou o superior não gera nada além de uma barreira na conexão com o lead. 

 

Empatia

Trabalhar bem a humildade vai torná-lo também um ser humano melhor e ainda ajudar com o próximo ponto do HEP: a empatia. Empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro. Ou seja, entender como se fosse o lead quais são suas dores, dentro do seu contexto e realidade, e como você pode oferecer a melhor solução para ele. 

Praticar a empatia é uma das estratégias mais importantes para criar conexão e proximidade. Quando você percebe que o outro projeta em si sua dor, tende a dar mais abertura e quebrar qualquer barreira inicial que tenha criado antes.

 

Pontualidade

E finalmente aquela que deveria dispensar maiores apresentações: pontualidade. Infelizmente o brasileiro já é negativamente conhecido como “aquele que deixa tudo para a última hora”. 

Então, devemos criar um exército de brasileiros pontuais para curar esse estigma! A pontualidade também diz muito sobre sua capacidade de cumprir os compromissos assumidos e o grau de importância que você dá ao lead. 

É assim que ele interpreta como será tratado por sua empresa quando for um cliente. Claro que há situações que podem ser uma exceção, mas não transforme um contratempo em regra.

No fim das contas, o HEP é um grande jogo de equilíbrio que testa sua habilidade de identificar a personalidade do seu lead e tentar se moldar a ela sem perder a sua própria essência. É um treino diário e constante, que nunca tem fim, mas te transforma todos os dias em um vendedor melhor.

Importante: ao colocar em prática as dicas de como utilizar o marketing pessoal que estamos trazendo aqui, lembre-se que é preciso ter equilíbrio em todas as áreas. Ou seja, nada de focar apenas em um item.

 

3. Cuide da sua imagem virtual

Na era da internet, smartphone e da comum interconexão entre o real e o virtual, aqueles cuidados básicos com a imagem pessoal ganharam um protocolo totalmente novo para atender também o universo da imagem virtual. 

Aqui não são as roupas e a higiene que contam, mas suas fotos e o que você diz para o mundo, levando em conta que um número muito maior de pessoas tem acesso a quem você é antes mesmo que você tenha a oportunidade de se apresentar. 

Qual é a primeira coisa que você faz hoje antes de entrar em contato com um lead? Pesquisar mais sobre ele na internet? Pois então, é isso que ele também faz a seu respeito antes de responder o seu contato. Percebe a importância do cuidado com sua imagem virtual?

Todos têm direito a usufruir das inúmeras possibilidades que o universo digital oferece, mas alguns cuidados são básicos. Se você tem um perfil em redes sociais, saiba o que divulga antes de sair publicando qualquer coisa. Ou tenha o cuidado de restringir o seu perfil e as publicações de assuntos pessoais.

Diferentemente de uma situação pessoal, em que algo mal interpretado pode ser corrigido com maior facilidade, no universo virtual as proporções de um engano podem se tornar gigantescas e até mesmo irremediáveis. Então todo cuidado é pouco ao utilizar o marketing pessoal.

Outro ponto de atenção que vale lembrar sempre: cuidado com a escrita. Usar gírias e abreviações é permitido no momento e lugar certo. Sua imagem profissional está diretamente relacionada a como você se comunica, nunca se esqueça disso! 

 

4. Valorize sua experiência e conhecimento

Aqui temos a galinha dos ovos de ouro da nova era para quem quer explorar oportunidades! Se antes depender apenas dos contatos pessoais para ampliar seu alcance era uma barreira, a internet abriu as portas da oportunidade para quem sabe utilizar o seu melhor lado com a estratégia correta. 

Redes sociais como o LinkedIn, por exemplo, que tem foco nas conexões profissionais, podem ser um importante canal para aumentar seus leads. Mas para isso você precisa saber trabalhar as informações a seu favor. 

Preencha seu perfil pensando em quem irá acessá-lo e o quanto as informações que estão ali podem ser atrativas para que ele perceba o seu conhecimento e experiência e como isso pode ser favorável para ajudá-lo a resolver um problema ou desafio.

Além disso, não apenas no LinkedIn mas em qualquer rede social, blog ou espaço virtual, compartilhar um pouco mais do seu conhecimento é uma forma de valorizar sua expertise e atrair leads que buscam soluções dentro da sua linha de atuação. 

Compartilhar artigos que você acha relevantes e que tenham conteúdo de qualidade, comentar publicações de conhecidos, interagir com o público e promover pequenas iniciativas virtuais podem colocá-lo em evidência e atrair interessados. 

 

Gostou das dicas de como utilizar o marketing pessoal para aumentar vendas?

Lembre-se que antes de comprar produtos ou serviços, todas as pessoas compram a experiência de alguém por trás de tudo isso. E você pode ser essa conexão que vai gerar novos negócios e oportunidades.

Portanto, aplique o nosso manual de como utilizar o marketing pessoal para aumentar vendas e veja seus resultados comerciais crescerem bastante. Até a próxima!

Post a Comment